segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Opinião: O Oceano no Fim do Caminho

Título Original: The Ocean at the End of the Lane (2013)
Autor: Neil Gaiman
Tradução: Rita Graña
ISBN: 9789722351997
Editora: Editorial Presença (2014)

Sinopse:

Este livro é tanto um conto fantástico como um livro sobre a memória e o modo como ela nos afeta ao longo do tempo. A história é narrada por um adulto que, por ocasião de um funeral, regressa ao local onde vivera na infância, numa zona rural de Inglaterra, e revive o tempo em que era um rapazinho de sete anos. As imagens que guardara dentro de si transfiguram-se na recordação de algo que teria acontecido naquele cenário, misturando imagens felizes com os seus medos mais profundos, quando um mineiro sul-africano rouba o Mini do pai do narrador e se suicida no banco de trás. "O Oceano No Fim do Caminho" é uma belíssima e inquietante fábula que revela a singular capacidade de Neil Gaiman para recriar uma mitologia moderna.

Opinião:

O Oceano no Fim do Caminho é um livro que aparenta um teor mais juvenil mas que é dedicado a leitores de todas as idades. No início, o autor explica que a sua ideia inicial era escrever um conto, mas que a trama começou a crescer e depressar o contro transformou-se num romance. A ideia geral é simples, mágica e muito bonita. E quão maravilhoso foi entrar nesta história!

 Ao início, seguimos o caminho de um homem que parece igual a tantos outros, magoado pela vida e fechado em si mesmo. Mais tarde, esse mesmo homem dá lugar à sua versão infantil, e aí é impossível não nos revermos na ingenuidade, imaginação e alegria típica desta fase por que todos já passamos. Desta forma, o autor levamos a questionar de que modos as provações da vida afectam a construção da nossa personalidade e a nossa forma de encarar novas situações.

Ao acompanhar uma fase da infância do protagonista, começamos a entrar, aos poucos e poucos, numa mundo repleto de magia. É encantador verificar que tal não se faz de uma forma abrupta ou sem desconfianças. Ao início, certas situações parecem disparatadas, mas com o desenrolar da leitura, reparamos que certos elementos, personagens ou situações representam e são muito mais do que podem aparentar. Isto faz com que a leitura se transforme numa descoberta cada vez mais intensa.

A curiosidade da infância e os medos que nos acompanham ao longo de toda a vida estão muito bem representados nestas páginas. Deste modo, a leitura vai tomando tons cada vez mais negros e obscuros. Quer seja por circunstâncias ou por formas simbólicas, o autor faz-nos questionar sobre o que nos afecta e o que nós fazemos para fazer frente a isso. O amor abnegado e altruísta tem uma representação muito forte e inesperada, tornando-se exemplo de virtude e coragem.

Ao ler estas páginas, questionei-me, por diversas vezes, sobre os mistérios do nosso mundo. Neil Gaiman mostra que realidades tão próximas das nossas escondem segredos antigos, profundos e místicos. E para quem, como eu, gosta de imaginar novas possibilidades, isso é maravilhoso. O que mais me assustou foi a ideia de esquecimento. Afinal, será que já não nos conseguimos recordar de algo fantástico que nos tenha acontecido? E o que será que nos faz esquecer?

Acreditem, Oceano no Fim do Caminho é um livro pequeno mas que é tão bonita que nos faz querer demorar a leitura para não chegarmos ao fim das suas páginas. Cada momento transmite beleza, imensidão, ingenuidade e uma forte crença. Uma leitura lindíssima cuja mensagem chega a miúdos e graúdos.

 Para mais informações sobre o livro O Oceano no Fim do Caminho, clique aqui.

6 comentários:

S pinelli disse...

Também li este livro há pouco tempo e adorei. Adoro as escrita deste autor, sempre tão misteriosa.

CriArte a Ler disse...

Esse livro despertou-me muita curiosidade pela temática , parece ser muito interessante e diferente.
Espero lê-lo este ano.

CriArte a Ler

Marisa Vinagre disse...

Hello!!!
Fico sempre com tanta vontade de ler os livros depois de ler as tuas opiniões!!!
Mais um para a whislist!!
Beijocas

Cláudia disse...

S pinelli, é verdade, a escrita de Neil Gaiman é muito mais profunda do que pode aparentar :)

CriArte a Ler, espero que consigas ler rapidamente, pois é um livro muito bonito ;)

Marisa, é bom saber que as minhas opiniões fazem a diferença e que fazem whishlist crescerem *

Denise disse...

Olá!

Este livro desperta-me muita curiosidade também. Já consta na lista para comprar :)

Boas leituras!

Cláudia disse...

Olá Denise. Vais ver que é uma pequena grande surpresa. Beijinho*