segunda-feira, 31 de agosto de 2015

A minha experiência com "Animorphia"

No final de Julho, anunciei através da página de Facebook do blogue que iria experimentar um livro de colorir. Esta é uma nova tendência entre adultos e eu senti vontade de soltar a minha "veia artística". Depois de ver os livros que estavam no mercado, escolhi Animorphia, do artistia filipino Kerby Rosanes, e publicado pela Vogais Editora, pois gostei bastante dos desenhos que misturam animais com doodles.



Optei por usar apenas lápis de cor. Para tal fui até uma grande superfície comercial e escolhi um conjunto de 24 lápis bastante básico e acessível. Mais tarde, vi à venda um conjunto de 12 lápis com cores metálicas e não resisti em comprá-los.



Entusiasmada, comcei então a pintar. Não o fiz todos os dias, mas confesso que quando me dedicava a esta atividade tinha dificuldades em parar. É viciante! Além disso, queria muitos ver o resultado final de cada desenho que estava a colorir, o que me dava ânimo para continuar. Durante um mês, consegui pintar 8 desenhos. Partilho agora com vocês fotografias destas pinturas, pela ordem com que foram feitas:

O rinoceronte foi o primeiro, pois queria muito começar por um desenho que junta-se os animais com os doddles.


Existem páginas onde somos desafiados a também desenhar, como aconteceu com estas borboletas. Como eu temia fazer algo complexo pois não tenho jeito nenhum para tal, preferi fazer padrões.


Um pássaro com uma base de cores frias e outro com base de cores quentes. Para realçar os doddles, pintei-os com os tons opostos aos usados nos pássaros.


Os peixes foram os primeiros a serem pintados com os lápis de cores metálicas. Usei os outros lápis em todos os outros pormenores.


Estas cobras já têm os dois conjuntos de lápis misturados.

Este papagaio foi, provavelmente o desenho que demorei menos tempo a pintar.


Um espadarte pintado em tons de azul e prata. 


Esta raposa é mais pequena do que os outros desenhos, mas diverti-me muito a pintá-la, especialmente a parte do focinho, onde usei tons diferentes.


Como podem ver, não sou nenhuma especialista em colorir, mas garanto-vos que mesmo assim divirto-me bastante com este livro. E sinto-me mesmo uma criança, pois cada vez que acabo um tenho vontade de o mostrar (e já me disseram que alguns têm direito de ir para o frigorífico)! As pinturas não pararam e, neste momento, estou a meio de um outro desenho. Espero que, daqui a um mês, tenho novos resultados para partilhar!

E vocês? Também já aderiram a este nova tendência ou têm vontade de o fazer?

4 comentários:

Preto no Branco disse...

Eu adoro pintar, mas os que tenho são da Johanna Basford e da Millie Marotta.
Quanto ao Animorphia, tem que vir definitivamente cá para casa. :)

Morrighan disse...

Está mesmo muito muito giro! Fiquei com vontade de adquirir esse livro! Eu ando com dois atrás e recentemente deram-me mais um! Também vou mostrando os resultados pelo blogue, mas não tenho tanto jeito como tu :b

Beijinhos e boas leituras e pinturas!

Cláudia disse...

Olá Preto no Branco! Da Johanna Basford, ainda olhei para "Jardim Secreto". O Animorphia é bastante divertido e claro que recomendo! *

Cláudia disse...

Olá Sofia! Obrigada pelos elogios :) Eu tenho andado a ver as tuas pinturas através do blogue e do Instagram e olha que tenho gostado! Acho que só parece que tenho jeito porque os desenhos são muito giros e ajudam num bom resultado final. Tens de experimentar o Animorphia ;)
Beijinho*