terça-feira, 28 de outubro de 2014

Que comece a aventura!


Gosto de desafios, mas não gosto de estragar os meus livros. Imaginem a minha hesitação quando peguei neste Diário que pede para ser destruído! A ideia é curiosas as sugestões que já encontrei ao folhear estas páginas são imaginativas e engraçadas, mas não deixo de sentir hesitação em seguir o que é pedido. Afinal é um livro que para ser devidamente usado terá de ser riscado, pintado, rasgado, pisado, atirado ao ar, arrastado pelo chão... Contudo, é interessante verificar que quanto mais páginas passo maior é a minha vontade de fazer o que é sugerido. Portanto, tomei uma decisão: vou destruir este livro!

Que comece a aventura!

4 comentários:

Jessie♡ disse...

Vais mesmo "destruí-lo"? Eu quero muito esse livro, mas vou seguir a ideia de muita gente que em vez de destruir mesmo o diário, usou a imaginação e interpretou as ordens de uma forma original criando arte. Achei ideias tão lindas, agora falta é jeito para a pintura, o desenho e assim, pra que eu possa fazer igual.
Beijinho e boa sorte com a destruição ;)
www.fofocas-literarias.blogspot.pt

Cláudia disse...

Olá Jessie! Para mim, riscar um livro já é destruir, por isso sim, vou "destruí-lo". Claro que não o vou atirar para uma poça de lama ou rasgar todas as páginas, mas vou seguir as indicações dadas da forma que achar mais interessante.
Beijinho e boas leituras ;)*

ℒ ღ disse...

Estou muito curiosa com este "livro". Nunca estraguei nenhum, nem risquei, nem rasquei nem sequer plastifiquei, mas nesta caso é algo para nos desafiarmos e faria tudo o que o livro me pedisse ;)

Cláudia disse...

A ideia é mesmo levar-nos a fazer algo que nunca pensámos vir a fazer. É divertido! :)